A HISTÓRIA DA CONVERSÃO DE CLARA 21º Capítulo: Ouviu: A alma do José da Silva

A HISTÓRIA DA CONVERSÃO DE CLARA

 

almas do purgatorio

21º Capítulo: Ouviu: A alma do José da Silva
Certo dia, Clara acordou , estava rezando e sua nora lhe telefonou contando que um colega de profissão de um de seus filhos tinha sido assassinado por bandidos numa empreitada policial. Clara não conhecia esse rapaz, que era mais novo de tempo no serviço. Ficou tão chocada e triste que começou a rezar pela alma desse policial que se chamava José da Silva. Por dois dias consecutivos ela chorou sem parar por ele, não entendia bem porque chorava porque nunca o conheceu. Mas chorava e rezava sentindo uma profunda piedade e tristeza por sua perda. Na segunda noite depois de dois dias chorando, sonhou que estava numa sala muito grande, cheia de pessoas, uma pertinho da outra, de repente alguém roubou sua bolsinha e Clara ficou muito nervosa saindo a procurá-la. Viu um homem de meia idade, cabelos ralos e grisalhos, quando o encarou seus olhos eram vermelhos como do demônio, teve certeza naquele momento que foi ele que lhe roubara a bolsa. Saiu atrás dele e ele sumiu, mas encontrou a bolsinha numa mesinha. Acordou sem entender bem o que era e levantou-se para ir ao banheiro, no caminho perguntou a Jesus: “O que ele quer de mim, Jesus?” E Jesus respondeu: “A alma do José da Silva”. Clara entendeu então que o José seria levado para o inferno se ela não tivesse rezado e chorado dois dias por sua alma. Vejam a bondade e misericórdia de Jesus, serve-se de nós para ajudá-lo a salvar almas para Ele, não é porque Clara é santa, muito pelo contrário, ela apenas entregou sua vida para Jesus com toda força e vontade de seu coração. Clara estava na Missa de sétimo dia que foi em sua paróquia. Uma esposa de um colega de seu filho sentou-se do seu lado. Então mostrou a ela a mãe do José. Pobre mãe, chorou quase com desespero a Missa toda por seu querido filho, ela o conhecia bem e talvez estivesse preocupada com sua alma. No final da Missa Clara foi cumprimentá-la e falou no seu ouvido: “Ele está salvo”. A mãe não a conhecia, mas parece que se acalmou. Clara possui uma bolsinha onde coloca o nome de todas as pessoas que morreram para ela rezar por elas, já está muito cheia, quase não cabe mais. E essa é mais uma história de amor de Jesus por nós, que se serve de nós mesmo sendo pobres miseráveis pecadores, o que importa é o amor no nosso coração e nossa vida para Ele, tudo ela coloca nas mãos de Maria, nem um suspiro de amor por Jesus, fica sem passar pelas mãozinhas santas e preciosas da Mãezinha d’Ele. Diz sempre que mesmo quando estiver no Céu, se alguém se lembrar dela para lhe fazer um pedido porá nas mãos de Maria, tal é seu grande amor por Ela, pois sabe que Jesus jamais negará um pedido de Sua Mãe querida.
Juan Pedro Florián

Anúncios
por euvimparaquetodostenhamvida