A banda americana tocava “Beija o diabo” no momento em que os terroristas atacaram

A banda americana tocava “Beija o diabo” no momento em que os terroristas atacaram

eagles death metal

THE REMNANT 19 novembre, 2015

‘Le Point’ informa de que o grupo americano ‘Eagles of Death Metal’, traumatizado pelos ataques terroristas de Paris na noite de sexta-feira 13, está já de olta à Califórnia. Supostamente se encontravam na metade de uma música intitulada acertadamente “Beija o diabo”, quando os assasinos atacaram a sala de concertos e començaram matar as pessoas.
Querem ver um pouco da letra dessa música desta barulhenta banda americana?

“Beija o diabo”

Quem amará o diabo?…
Quem cantará sua canção?…
Quem amará o diabo e sua canção?…
Eu amarei o diabo…
Eu cantarei sua canção…
Eu amarei o diabo e sua canção!… Quem amará o diabo?… Quem beijará sua língua?…
Quem beijará o diabo em sua língua?… Eu amarei o diabo!…Eu beijarei sua língua…
Eu beijarei o diabo em sua língua!…
Quem amará o diabo?…
EU AMAREI O DIABO E CANTAREI SUA CANÇÃO!

Linda, eh?

Sabem o que aconteceu à guerra da cultura? Por que todo o mundo se rendeu na campanha da “ música de Satã”?, em que nossos pais e avós lutaram com unhas e dentes.

Recordam com que vigor os católicos tradicionais sabiam lutar contra a indústria da música pop -uma indústria que gasta milhões tentando doutrinar nossas crianças 24 horas por dia, sete das poe semana, com uma catequese luciferina? O que ocorreu? Por que içamos a bandeira branca?

Talvez haja tempo de voltar para aquele tempo e fazer como faziam.

Muitas graças aos nossos amigos do Centro de Fátima pelo oportuno post desta semana de uma velha palestra sobre música rock/pop que se deu em São Paulo, Brasil, há años.

Esta palestra foi realizada em uma das conferências do falecido padre Grüner para sacerdotes católicos. Minha esperança ao publicá-la aqui é que deveria reavivar o debate (e inclusive a guerra) contra a podridão da música pop, que, não faz tanto, era tão importante para os polemistas católicos como a revolução litúrgica e a restauração da missa tridentina.

Podemos assistir a missa em latim todos os dias da semana, e fazer “escola em casa” até se fartar; mas se nossas crianças estão escutando a Miley, Iggy, Justin e Gaga, então, esqueçam. A guerra terminou, e perdemos.

Michael Matt

por euvimparaquetodostenhamvida